terça-feira, 15 de julho de 2008

SAUDADE

(Regis Fontes)

Há saudades que ferem
Há saudades que doem
Há saudade eterna
Como se de alguém que vai embora

A saudade maltrata
A enfermidade propaga
O sossego? Que nada
Há saudade que mata

Chorei de tristeza
Sofri de saudade
Agonizei na solidão

Sôfrego anseio um dia chegar
No paraíso que ouço o ébrio falar
As vezes distante
As vezes bem perto
Eu erro, mais tento acertar
Eu grito, mais tento apenas falar

A saudade deflagra-me
A saudade me traz recordações
Da vida dantes alegre
Da vida outrora vivida.

Seja o primeiro a comentar

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO