quarta-feira, 22 de abril de 2009

ETERNA DESVENTURA

(Regis Fontes)

Por que não crava uma faca no meu peito de uma vez e ameniza minha dor?
Por que não corta meus pulsos para que todo meu sangue se derrame?
Por que não me asfixia com uma corda e faça parar meu coração palpitante?
Oh que desventura viver por fora e por dentro estar morto
Deveras morrer fisicamente... Anseio por isso se assim estou...
A morte nos faz medo por não falarmos dela ou enfrentá-la
Como o por quê de apreciarmos a lua é por não conseguirmos encarar o sol!
Assim vivo minha eterna desventura
Que é viver estando morto!

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO