sexta-feira, 27 de junho de 2008

LONGE DE TI

(Regis Fontes)

Obscuro, abstruso...
Sou assim quando estais longe de mim.
Confuso, indigesto...
Vivo assim se vivo longe de ti.
Inábil, impossibilitado...
Sou assim, pois tu não esta mais aqui!
LONGE DE TE eu me perco dentro de mim,
O bom moço incorruptível torna-se inescrupuloso,
Sem tu não há razão,
Sem tu não há explicação,
Pois longe de te,
Não canto minhas cantigas de exaltação.
Longe de te eu deixo a vida passar por cima de mim.
Pois longe de te,
Não tenho a quem clamar,
Não tenho a quem chamar,
Longe de te vou vivendo sem meu pulmão,
Vou vivendo sem meu coração...

Seja o primeiro a comentar

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO