quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

UM NADA

(Regis Fontes)


Tem tanta gente aqui
No entanto meus olhos insistem em focar o nada
Tantas pessoas ao meu redor
E a impaciência novamente me pega ao me achar só

O nada fitado pelo meu olhar psicótico
Tenta me fazer sorrir com sua nova monotonia
Toda minha anagonia vem pelo contágio imediato
Eu enigmático, só, incomodado, entediado, um nada.

Seja o primeiro a comentar

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO