sexta-feira, 8 de agosto de 2008

MADRUGADA

(Regis Fontes)

É madrugada! Só há solidão.
Na madrugada, pensamentos pairam no chão.
A sacanagem, a ilusão...
Madrugada!
Hora propicia para a alucinação,
Já não estou muito lúcido,
Minha alma repulsou o meu corpo,
Já não estou tão inútil,
Minha mente pensa sozinha...
Vejo o que não vejo...
Só vejo o que penso que vejo...
O dia já esta nascendo!
A madrugada já esta amanhecendo!
Ainda vejo o que não vejo...
Ainda vejo o que penso que vejo...
É fim de madrugada, descompasso.
É fim do embaraço...
zZzZzZ

Seja o primeiro a comentar

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO