segunda-feira, 6 de abril de 2009

SÁBIO

(Regis Fontes)

O sábio é sábio mesmo sendo ingênuo
Pois a sua criancice é algo ameno
Que com ironia se desvenda um segredo
Os medos são barreiras dos desejos

Com a inocência de uma criança
O sábio não sente medo
Pois não vê abismo sob seus pés
E assim realiza seus desejos

Por isso é um sábio
Pois é ingênuo
E na sua ingenuidade sabe mostra-se gênio

E nas suas limitações não se mostra
E nas soluções os seus defeitos se afogam
E com sabedoria se torna o sábio que é...

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO